Saiba como sugerir a melhor armação de óculos para o grau do cliente

Os vendedores do segmento óptico contam com uma grande variedade de modelos de óculos com as mais diferentes lentes com grau para oferecer ao seu público. Contudo, é importante levar alguns fatores em consideração, que vão desde a armação até o tipo de lente que será utilizado.

Isso porque mais do que um item para melhorar a qualidade de vida da pessoa, ele também virou um acessório importante para as mais diferentes tarefas do dia a dia e deve combinar com quem o utiliza.

Para que você dono de óptica possa estar preparado na hora de ajudar o seu cliente a escolher a melhor armação e lente com grau, apresentamos um artigo repleto de dicas e pontos importantes que devem ser levados em consideração, para que além de agradar o público, possa fidelizá-lo e melhorar o relacionamento dele com os óculos.

Relação: lentes de grau x armação

Relação: lentes de grau x armação

Primeiramente, é importante falar sobre uma dúvida que atinge tanto os especialistas no assunto quanto o público em geral: “a armação influencia a lente de grau?”. Neste caso, o tamanho da armação pode afetar a espessura final do óculos, independente do tipo de lente escolhido.

Por exemplo, as lentes de miopia contam com uma característica em comum: elas são finas no centro e vão engrossando quando se aproxima da borda. Com isso, utilizar uma armação fina com uma lente de grau alto pode criar o famoso efeito de fundo de garrafa.

Por conta disso, é necessário adotar uma armação com maior espessura para que o recorte seja feito o mais próximo da borda. Com isso, para quem necessita de um grau alto, a armação com espessura menor não é a melhor opção

Diante disso, fique atento a esta questão: Caso a lente seja de um grau alto, acima de 4 graus, deve levar em consideração a possibilidade de adotar uma armação mais espessa. Por sua vez, se a lente for inferior a este número, uma armação com uma espessura menor é recomendada.

Pontos que devem ser levados em consideração ao sugerir os óculos

Pontos que devem ser levados em consideração ao sugerir os óculos

Agora que você já conhece a importante relação entre as lentes e a armação, vamos agora verificar outros aspectos essenciais ao auxiliar o cliente da sua óptica a escolher o tipo de óculos ideal para as suas necessidades.

Primeiramente, é importante conhecer o seu público. Converse sobre questões do dia a dia, como profissão, o que gosta de fazer e o tipo de óculos que procura. Além de fortalecer a relação de respeito com o consumidor, terá informações que vão te auxiliar na hora de apresentar os modelos de óculos que mais combinam com a necessidade do cliente.

Dito isso, outros elementos que devem ser levados em consideração, tais como:

   • Hastes, ponte e pupila

O ideal é que as hastes, que têm a função de dar amparo aos óculos, não ultrapassem o tamanho lateral do rosto e sem folgas por trás das orelhas. Já a ponte é a área que fica apoiada no nariz e deve ser escolhida com muito cuidado, levando em consideração o rosto da pessoa para não causar marcas ou deslizem com facilidade. Diante disso, é importante verificar e, se possível, fazer os ajustes necessários.

Por fim, a pupila é a abertura do meio da íris dos nossos olhos e ela contrai de acordo com a luz disposta no local. Com isso, é importante verificar se a pupila está devidamente centralizada na armação e na lente de grau da pessoa, pois este é o detalhe mais importante em relação a harmonia da armação com o acessório.

   • Formato do rosto

Assim como cada ser humano é único, os óculos também precisam se adaptar às diferenças de cada cliente, entre elas está o formato do rosto. Diante disso, é necessário conhecer as variações dos formatos do rosto, para que a armação escolhida seja a mais prática e com design arrojado.

Primeiramente, o formato de rosto oval é o que combina com todos os tipos de armações. Com isso, deve ser levado em consideração apenas o tamanho, que deve ser proporcional ao rosto. Já no caso do formato quadrado, a escolha por um modelo com o canto arredondado ou retangular é o ideal, já que deixará os contornos rígidos do rosto mais suaves.

Já para o formato redondo, a escolha por modelos geométricos é ideal, ainda mais com armações quadradas, o que permite afinar o rosto. Por fim, o tipo triangular necessita o equilíbrio das partes superior e inferior da face, fazendo com que os modelos ovais, redondos e estreitos sejam a melhor alternativa.

   • Cores

Assim como cada formato de rosto é único para a escolha dos óculos, os tons de pele e a personalidade do cliente também podem influenciar os diferentes tipos de armações. Por isso, procure oferecer algo que combine com o estilo do seu consumidor.

Levando em consideração estes fatores, você terá mais um passo alcançado para, além de oferecer os modelos de óculos que mais combinam com o seu cliente, fidelizá-lo e aliar a praticidade de utilizar este acessório com um modelo bonito e que não vai ficar escondido no fundo do armário. Você conhecia estas dicas?

Tags: |

Saiba tudo sobre as Lentes Multifocais Progressivas 3 em 1

Saiba tudo sobre as Lentes Multifocais Progressivas 3 em 1

Cada opção de lentes possui abordagens específicas que determinarão menor ou maior amplitude de visão, resultando na qualidade final para atender as necessidades do consumidor.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!
Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.